Make your own free website on Tripod.com

  Produtos Típicos Portugueses 

 

Grandes desafios esperam a agricultura europeia e, neste caso particular, a agricultura portuguesa. As orientações a nível de política económica da Comunidade Europeia enunciadas no documento Agenda 2000 traduzem-se, resumidamente, em:

  1. mais mercado
  2. melhor qualidade alimentar
  3. melhor qualidade ambiental
  4. maior desenvolvimento rural

É neste âmbito que a política agrícola portuguesa tem como um dos seus principais objectivos dar apoio aos produtos tradicionais de qualidade, recorrendo à certificação e concessão da Denominação de Origem Protegida (DOP), englobando desta forma numerosos produtos nacionais.

 

O que são produtos DOP?
O porquê da existência de produtos DOP.

 

Os produtos DOP (Denominação de Origem Protegida) são provenientes de regiões geográficas específicas. As suas características estão dependentes de factores humanos e geográficos das regiões onde são produzidos, seguindo valores e processos tradicionais.

Um produto alimentar com DOP não é, por estas razões, apenas algo consumível, pois nele se espelham a cultura e o modo de estar na vida de uma determinada região.

A Denominação de Origem Protegida atribuída a vários produtos portugueses tem como objectivo fomentar a agricultura como actividade económica tradicional (nunca esquecendo o elemento modernização) e deste modo preservar traços culturais próprios de determinadas regiões.

 

Produtos DOP comercializados pela OLIVOEIRAS:

Mel da Serra da Lousã (DOP) - (Região da Beira Alta)
Queijo de Évora (DOP) - (Região do Alentejo)
Queijo de Nisa (DOP) - (Região do Alentejo)

 

Outros produtos típicos:

Doces Regionais do Algarve

 

 

Mel da Serra da Lousã

Mel da Serra da Lousã (DOP)

 

Origem:    montanhas e vales da Serra da Lousã, abrangendo os Concelhos da Lousã, Miranda do Corvo, Penela, Pampilhosa da Serra, Arganil, Góis, Vila Nova de Poiares, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande.

 

Flora:    a produção de mel assenta sobretudo numa flora constituída por ericáceas (urzes).

 

Aroma, Sabor e Cor:    de acentuado odor, revela um paladar forte e alguma adstringência, muito característica. A cor varia desde ambar escuro a quase negro.

 

Características Químicas:

 

Características Qtd.
Humidade inferior a 20%
Sacarose inferior a 5%
Açucares redutores superior a 65%
Cinzas totais inferiores a 0,6%
Substâncias insolúveis na água inferior a 0,1%
Acidez total máxima inferior a 40 mg/Kg
Índice diastásico superior a 10
Hidroximetrilfurfural (HMF) inferior a 35 mg/Kg

 

Utilização:    consumo de mesa.

 

Embalagens:    frascos de 0,5 Kg e 1 Kg.

 

Embalagens

 

Conservação:    o mel dever ser armazenado em local fresco e seco ao abrigo da luz. A exposição a temperaturas elevadas acelera o envelhecimento diminuindo o seu valor nutritivo.

 

Controle e Certificação (Instituição responsável):

SICÓ - Qualidade

 

Produzido por:    LOUSAMEL - Cooperativa Agrícola de Apicultores da Lousã e Concelhos Limítrofes, CRL.

 

 

Queijo de Évora

Queijo de Évora (DOP)

 

Origem:    Produzido no distrito de Évora.

 

Características:    queijo de leite de ovelha, coagulado através de uma infusão de cardo; a salga é feita directamente no leite. Tem uma cor amarelada e uma pasta macia, fechada e bem ligada. A textura é semidura ou dura, conforme o tempo de cura (de 1 a 3 meses).

 

Sabor:    ligeiramente picante e acídulo.

 

Formato, dimensões e peso

 

Formato Dimensão Peso
Pequeno textura dura 6-8cm diam. / 2-4cm alt. 60-80 gr
"Merendeira" textura dura 12-14cm diam. / 2-4cm alt. 120-200 gr
"Merendeira" textura semidura 13-15cm diam. / 1,5-3cm alt. 200-300 gr

 

Controle e Certificação (Instituição responsável):   

Associação de Produtores de Queijo de Évora

 

Produzido por:    Cooperativa Ovina de Évora, CRL

 

 

 

 

 

 

Queijo de Nisa

Queijo de Nisa (DOP)

 

 

Origem:    interior norte do Alentejo, abrangendo os concelhos de Nisa, Crato, Castelo de Vide, Marvão, Portalegre, Monforte, Arronches e Alter do Chão.

 

Características:    queijo de ovelha curado, de pasta semidura, tonalidade amarelada, fechada, com pequenos olhos. O leite é coagulado por acção de uma infusão de cardo, sendo depois a coalhada esgotada lentamente. Ao contrário de outros queijos, a salga é feita directamente na massa durante a primeira fermentação. Segue-se a cura, sendo o queijo colocado no ambiente fresco e húmido das "Rouparias" durante mês e meio.

 

Aroma e Sabor:    cheiro acentuado e gosto ligeiramente acidulado.

 

Formato e Peso

 

Formato Peso
formato "Merendeira" 200-400 gr
formato normal 800-1300 gr

 

Queijo de Nisa (DOP)

 

Controle e Certificação (Instituição responsável):     Associação de Agricultores do Distrito de Portalegre

 

Produzido por:    Monforqueijo - Produtores de Queijo de Ovelha e Cabra de Monforte, CRL

 

 

Doces Regionais do Algarve

 

Delicie-se com a irresistível doçaria tradicional da região algarvia, no sul de Portugal.

Frutos de Amêndoa

Doce tentação, não é verdade? Se quiser obter mais informações, click sobre a foto.

 

 

Azeite    ||   Azeitona    ||   Produtos Biológicos  ||   Links

Receitas    ||   Mais informações sobre Azeite

 

Home      Envie-nos um e-mail!